Semeando Sempre

Postado por

“Quem semeia pouco colherá também pouco e quem semeia com largueza colherá também com largueza”(2Cor. 9,6)

Seguindo a proposta de trabalho da Aymará Educação, os agentes pedagógicos de Feira de Santana tem semeado uma  proposta metodológica acolhedora e diversificada.

Neste desejo de semeadura com largueza, a Consultora Pedagógica da Aymará Educação, Angela dos Santos, a Supervisora Arlesiane e  as agentes Cláudia Fontes e Cláudia Vanessa foram até a sede do Núcleo Municipal Maria Amália Daltro Coelho, no distrito de Jaíba, realizar uma roda de conversa com todas as professoras do distrito.

Uma roda de conversa muito produtiva: Reflexões  e sugestões sobre o trabalho em classes multiseriadas, modelos de jogos e uma partilha de experiências que foi muito  enriquecedora para todos os participantes.

SAM_0987SAM_1000Cláudia Fontes

Agente pedagógica do programa Cidade Educadora – Feira de Santana

Entrega do material de Educação Infantil em Praia Grande

Postado por

Os alunos de Educação Infantil receberam com muita alegria os livros da Coleção Cidade Educadora.Eles estavam aguardando ansiosos por este momento, já que a Coleção está presente no município de Praia Grande do 1º ao 5º ano há três anos.

Os pais, convidados para este momento tão especial com seus filhos,participaram e elogiaram o Programa Cidade Educadora.

Os livros de Histórias e Ideias “ Tô de mal ” ( volume branco) e “ Tem morador no armário” (volume lilás), serão  as histórias a serem trabalhadas neste ano. Também fazem parte do kit recebido por cada aluno o Diário de Bordo, o Livro dos Conhecimentos e o Audiolivro de cada história.

Para o desenvolvimento da aprendizagem, o ponto de partida são as narrativas dos livros de Histórias e Ideias, nas quais busca-se  estabelecer uma relação entre o cotidiano da criança com as práticas escolares, no que se refere a diálogos, saberes, afetividade, ética, solidariedade entre outras, que são práticas determinantes para a formação integral da criança e para o desenvolvimento de suas capacidades.

Nós, do Programa Cidade Educadora, temos a certeza que o sucesso com a Coleção de Educação Infantil está garantido!

E.M.EStina Campi Baptista (Professora Luciana e alunos do Infantil II)

E.M.EStina Campi Baptista (Professora Luciana e alunos do Infantil II)

Foto 16

 Foto 17 

Foto 19

Foto 20

DSC09824

Ana Carolina M. de Carvalho

 Agente Pedagógica do programa Cidade Educadora  - Praia Grande

Queremos nossa escola limpa!

Postado por

Queremos nossa escola limpa!

Os gestores e professores da escola da AFAS(Associação Feirense de Assistência Social) convidaram a agente pedagógica da Aymará Educação, Claudia Fontes, para participar do projeto Escola Limpa com as crianças da educação infantil e do 1º ano do ensino fundamental.

Sabem o que aconteceu?

A agente vivenciou um belo momento. Recheado de alegrias, cumplicidade, participação, dedicação de alunos e professores na “Gincana da Limpeza”.

As crianças foram envolvidas com jogos,desafios,atividades educativas e lúdicas que iniciaram um processo de conscientização e mudanças de comportamentos na escola e na vida dos pequeninos, que se tornaram fiscais da limpeza.

Cláudia Fontes

Agente Pedagógica do Programa Cidade Educadora – Feira de Santana

Encontro de estudantes em Praia Grande

Postado por

Com o objetivo de proporcionar a seus educandos o contato com a diversidade e a realidade, a Escola Municipal de Complementação educacional 19 de Janeiro, em Praia Grande, promoveu,no mês de maio, o segundo encontro entre seus estudantes com os da Aldeia Piaçaguera, de Peruíbe. No mês de Abril, os estudantes da complementação já tinham ido até a aldeia, em comemoração ao dia do índio, conhecendo seus hábitos e costumes por meio de roda de conversa e apresentações de dança.

Veja o vídeo do primeiro encontro acessando o link: http://www.youtube.com/watch?v=ugDprnH6VRw

ALUNOS ASSISTEM AO VÍDEO DO PRIMEIRO ENCONTRO NA ALDEIA PIAÇAGUERA

O segundo encontro entre os estudantes, além de ser um momento que marca uma nova etapa na vida de cada um deles e da unidade como um todo, é uma das ações do projeto “Viver em sociedade” que surgiu a partir do Diário de Bordo – projetos e práticas.

SAM_2903

SAM_2905

  Na visita, os estudantes indígenas puderam conhecer a rotina de uma escola de complementação educacional, além de apreciar espetáculos de dança, declamação de poesias e a apresentação de RAP, tudo elaborado pelos próprios estudantes. Houve ainda uma partida de futebol de salão e uma oficina de artes.

SAM_2917SAM_2924A intenção é fazer com que ambos sintam-se valorizados pelo que são e representam em suas comunidades, para, futuramente, serem cidadãos atuantes na sociedade.

Rodrigo Silva

Agente Pedagógico do Programa Cidade Educadora – Santos e Praia Grande

Um dia como agente pedagógico…

Postado por

No dia 30 de maio tivemos o prazer de receber em nosso município o Consultor de Ensino Público Rubens Tempski, que acompanhou a rotina de trabalho com alguns agentes pedagógicos de Praia Grande.

 O objetivo dessa visita foi conhecer melhor o Programa Cidade Educadora em sua plenitude e vivenciar o atendimento pedagógico em diferentes realidades de nossa rede de ensino.

O consultor visitou  as seguintes Escolas Municipais: Estina Campi Baptista,Dorivaldo Francisco Loria, Ronaldo Lameira,Padim, Santini, Manoel Nascimento e a Secretaria de Educação de Praia Grande e ficou admirado com a  infraestrutura oferecida pela Seduc nas Unidades e qualidade dos serviços prestados pelo Programa Cidade Educadora  no município.

Rubens teve seu dia de  agente pedagógico! 

DSC09865

Conhecendo as turmas da Educação Infantil

DSC09871

  Acompanhando o trabalho com a Coleção.

DSC09873

Conhecendo algumas opiniões sobre as atividades.

DSC09878

Participação na Educação Física.

DSC09897

Participação na apresentação do Projeto Político Pedagógico da E.M.Manoel Nascimento.

 

Ana Carolina M. de Carvalho

Agente Pedagógica do Programa Cidade Educadora -  Praia Grande

Cinema e comunidade juntos na escola!

Postado por

Dando início às ações do projeto O melhor lugar do mundo é aqui, a Escola Municipal Eduardo Gonsalves do Barreiro – unidade de complementação educacional de Praia Grande – abriu suas portas a fim de proporcionar cultura e diversão no Cine Bolão, nome dado carinhosamente ao cinema na escola. Equipe técnica, professores e funcionários da unidade trabalharam juntos para que esta ação inicial, junto à comunidade, fosse realizada.

ANSIEDADE ANTES DO INÍCIO DO FILME

ANSIEDADE ANTES DO INÍCIO DO FILME

Nas duas salas onde as sessões foram exibidas, o público pode escolher entre um filme de “suspense” e uma “animação”, tudo com direito a pipoca e refrigerante. Alunos, pais e moradores da comunidade compareceram e aprovaram a iniciativa.

SESSÃO DE ANIMAÇÃO

SALA 01- ANIMAÇÃO

SESSÃO 02 - SUSPENSE
SESSÃO 02 – SUSPENSE

 

 Mostrar que o melhor lugar do mundo também pode ser a escola, é um dever de cada um de nós. Através de ações como esta percebemos que não estamos tão longe assim dessa realidade.

 

Rodrigo Silva

Agente Pedagógico do Programa Cidade Educadora – Santos e Prais Grande

Escola de Complementação Educacional Antônio Peres Ferreira transforma em realidade o projeto “Viver em sociedade”

Postado por

O projeto intitulado Agentes do Futuro está modificando posturas, criando responsabilidades, autonomia e principalmente valorizando o ser humano.

A proposta  Agentes do Futuro surgiu a partir do projeto “Viver em sociedade” do diário de bordo – projetos e práticas – tendo como responsáveis os professores Carla Barbosa (valores) e Douglas Nascimento (Rotina de estudos).  A proposta pretende conseguir  a colaboração dos jovens na faixa etária de 11 a 14 anos na rotina diária da Escola de Complementação Educacional Antônio Peres Ferreira, em Praia Grande,  com os alunos mais novos de 6 a 9 anos.

Hoje , os Agentes do Futuro são um divisor de águas, existindo a Complementação antes e  depois deles.

Os agentes ficam devidamente identificados, para que a escola saiba quem esta apoiando naquele momento.

Os Agentes ficam devidamente identificados.

Organizam as crianças que saem para as atividades externas, apoiando e auxiliando na disciplina.

Os Agentes do Futuro organizam as crianças que saem para as atividades externas, apoiando e auxiliando na disciplina.

Ajudam os professores nas atividades de quadra.

Os Agentes do Futuro ajudam os professores nas atividades de quadra.

 Durante o intervalo, fazem revezamento na “revisteca” que fica disponível nos intervalos da escola, monitorando o cuidado com o material e oportunizando a sua própria leitura.

Durante o intervalo, fazem revezamento na “revisteca” que fica disponível nos intervalos da escola, monitorando o cuidado com o material e oportunizando sua própria leitura.

Fazem assembléias semanais para discutir os pontos positivos, negativos e propor novas ideias.

Os Agentes fazem assembléias semanais para discutir os pontos positivos, negativos e propor novas ideias.

 São iniciativas como essas  que vão transformar a  educação de Praia Grande!

Rodrigo Silva

Agente Pedagógico do Programa Cidade Educadora – Santos e Praia Grande

Lançamento da Campanha SEJA DA EJA!

Postado por

As agentes pedagógicas do município de Santos, Maura Cristina Domingues, Ana Carolina Rolan Biscaia, Fernanda Portela e Daniela Rossi Alfaia, participaram, no dia 28 de abril, no Teatro Municipal Braz Cubas, do lançamento da campanha Seja da Eja (Educação de Jovens e Adultos).

A campanha  busca ampliar e incentivar  jovens, adultos e idosos que não conseguiram terminar os estudos a voltarem à escola, com ajuda de parceiros e empresários, que dispõem de estrutura pedagógica da Seduc. Assim, o município busca mais uma conquista: o selo Município Alfabetizador, concedido a cidades com menos de 3% de analfabetos. Santos, foi contemplada com o Selo Município Livre do Analfabetismo, por ter 96,44% de jovens e adultos alfabetizados.

Segundo a secretária de Educação, Sra. Suely Maia, embora Santos tenha índice baixo de analfabetos, o objetivo é reduzir ainda mais o percentual. “Para isso, o poder público busca aqueles que querem estudar e encontram dificuldades, e de parceiros que possam transformar este sonho em realidade”.

Atualmente, a EJA atende aproximadamente 2.200 alunos, matriculados em 17 escolas para formação nos ciclos I (1ª a 4ª série) e II (5ª a 8ª série). Desde o ano passado, foi implementado o Emcceja (Exame Municipal para Certificação de Competências de Jovens e Adultos) para interessados a partir dos 15 anos. A prova é uma alternativa para a conclusão do ensino fundamental. Além disso, é possível fazer o ciclo II a distância, em laboratório de informática na escola, com auxílio de professores tutores presenciais e on-line. Existem 11 unidades que oferecem este serviço. 

O município ainda desenvolve projetos de alfabetização em parceria com segmentos da sociedade civil, como o ‘Parceiros do Saber’, e com o governo federal, o Programa Brasil Alfabetizado.  

 

Maura Domingues

Agente Pedagógica do programa Cidade Educadora – Santos

Projeto Biblioteca Viva: Histórias do Baú!

Postado por

O Projeto Histórias do Baú nasceu de uma solicitação feita pelo corpo docente de Santos,  manifestada ao final de 2010 durante a avaliação dos projetos desenvolvidos no ano letivo. Não bastava apenas que os livros fossem selecionados e entregues às professoras, seria necessário criar uma estratégia para que as crianças se envolvessem e tivessem vontade de abrir os livros e viajar pelas letras, histórias e fantasias nele contidas.
Com  muito critério e cuidado, foram criados na biblioteca sete baús encantados, cada um com uma temática e um visual apaixonante! São eles: Baú do Humor, Baú dos Medos, Baú dos Animais, Baú dos Sonhos, Baú da África e  Baú da Natureza.

Assim, o Projeto “Histórias do Baú”, integra o projeto Biblioteca Viva, cujas ações estão voltadas para a leiturização de nossas crianças, os baús permanecerão por um mês nas salas, com rodízio mensal.
SAM_1294SAM_1293
SAM_1306SAM_1311SAM_1312SAM_1324
Este projeto é parte integrante do Projeto Institucional de Leitura da Ume Martins Fontes.
Auxiliar de Biblioteca Silvia Alexandre S. Marcondes Diniz e Luiza deFátima G. Dominguez, Diretora Maria das Graça, Assis.Dir. Sueli Nascimento, Orien. Educ. Ana Maria Martins e Coordenadora Ana Paula Delaporta.

Keli Aguiar

Agente Pedagógica do programa Cidade Educadora – Santos

Eldorado do Sul é Cidade Educadora!

Postado por

Em Eldorado do Sul, no RS, as escolas e unidades do CMEI estão festejando a chegada da Coleção Cidade Educadora nas turmas da Educação Infantil. Os Livros de Histórias e Ideias Que coceira!, volume branco, e Quem tem medo, quem não tem?, volume lilás, são as histórias a serem trabalhadas neste semestre. Também fazem parte do kit recebido por cada aluno o Diário de Bordo, o Livro dos Conhecimentos e o Audiolivro de cada história.
A entrega dos materiais do Programa Cidade Educadora aos alunos iniciou-se  nos encontros de atendimento das Agentes Pedagógicas com cada professora participante do programa. Essa etapa de planejamento das atividades permitiu que os materiais do programa enriquecessem a programação das escolas para o início do ano letivo e garantiu momentos de alegria e contentamento relacionados a leitura para crianças e adultos. Na platéia, era possível encontrar alunos, pais, avós e até padrinhos que foram até a escola conhecer de perto a proposta de trabalho que será desenvolvida com os pequenos aprendizes.

Os participantes puderam curtir, além da contação das histórias, apresentações teatrais encenadas por alunos, apresentações musicais, piquenique com caça ao tesouro, ovo gigante e presente surpresa. 

Alguns aspectos que merecem destaque: a integração dos projetos desenvolvidos nas escolas com o Programa Cidade Educadora e as comunidades que envolveram as famílias no trabalho, valorizando o papel da família no cuidado com os materiais (que irão para casa de acordo com o planejamento dos professores) e o envolvimento com a leitura de histórias para seus filhos, bem como com o resgate e valorização das histórias pessoais.

 Uma grande festa!

Maria Luciane

Agente Pedagógica do programa Cidade Educadora – Eldorado do Sul